foto provisoria.jpg

SOBRE

Para compreender, deves escutar o que vês.
Bernard Plossu

Nasci em Araçatuba e moro há pouco mais de 20 anos em São Paulo. Comecei a fotografar aos 15 anos, quando ganhei a câmera que era da minha mãe, uma Nikon FE. Em 2000 me formei em Publicidade, na ESPM, e na sequência fiz o curso de Formação em Fotografia, na mesma instituição. 

 

Além da fotografia, tenho grande paixão por histórias.

Em 2014, por meio de um curso de fotografia autoral, descobri que o que realmente me move neste percurso fotográfico são as narrativas. Venho estudando e pesquisando o assunto desde então, principalmente quando o suporte é o livro.

 

Hoje, trabalho com design gráfico, ilustração e animação. Na fotografia, dedico-me principalmente aos projetos autorais, além de trabalhos para teatro, shows e espetáculos. Também gerencio e organizo oficinas e cursos de artes (visuais, literatura, música) e eventos culturais, no Vacca Madre, espaço cultural independente criado por mim e minha companheira.

 

 

Exposições individuais:

2018, Quando o deserto já não basta, Vacca Madre – São Paulo

2017, Quando o deserto já não basta, Negro Café  – São Paulo

2016, Crônicas de Bicicleta, Hostel Okupe, with Coletivo Troka – São Paulo

2013, Crônicas de Bicicleta, Café Mundo Mundano – São Paulo

 

Exposições coletivas:

2014, Prisão no Espaçotempo – Satyrianas – São Paulo

2011, Ciclocine, no MIS (Museu da Imagem e do Som) – São Paulo

2010, Satyrianas – Satyrianas – São Paulo

 

Publicações:

2021, A Barca #2, publicação independente com grupo de estudos

2019, A Barca #1, publicação independente com grupo de estudos

2015, 2016, 2018, Série Crap Noir

2017, Quando o deserto já não basta, livro

2012, The Making of PAPA, Lino Hellings – PAPA (Participating Artists Press Agency)

Palestra e oficinas ministradas:

2019, Oficina de fotografia de palco, no Festival Hilda Hilst, no Teatro de Arena – São Paulo

2019, Oficina Matamoros – do texto à imagem, no Festival Hilda Hilst, no Teatro de Arena e Vacca Madre – São Paulo

2019, Bate-papo sobre Narrativas Ficcionais na Fotografia, Satyrianas, no Cine Bijou – São Paulo