SOBRE

Fotografo o silêncio.

Natural de Araçatuba, interior de São Paulo, mudei para a capital paulista em 97 para cursar Comunicação Social na ESPM. Já fotografava desde 94, mas foi durante o curso de comunicação que meu interesse por artes visuais cresceu ainda mais.

 

Fiz o curso de Formação em Fotografia pela ESPM (2001-2003) e passei a trabalhar como assistente de fotografia no estúdio Photoimagem5. Época em que comecei a desenvolver meus primeiros projetos autorais.

 

Após o curso, trabalhei por 4 anos com criação e marketing e, depois disso, fui para a área de design e vídeo de animação. Na fotografia, fazia alguns eventos e espetáculos de teatro.

 

Hoje, sou freelancer em design gráfico, ilustração e animação. Na fotografia, dedico-me principalmente aos projetos autorais, além de trabalhos para teatro, shows e espetáculos. Também gerencio e organizo oficinas e cursos de artes (visuais, literatura, música) e eventos culturais, no Vacca Madre, espaço cultural independente criado por mim e minha companheira.

 

 

Exposições individuais:

2018, Quando o deserto já não basta, Vacca Madre – São Paulo

2017, Quando o deserto já não basta, Negro Café  – São Paulo

2016, Crônicas de Bicicleta, Hostel Okupe, with Coletivo Troka – São Paulo

2013, Crônicas de Bicicleta, Café Mundo Mundano – São Paulo

 

Exposições coletivas:

2014, Prisão no Espaçotempo – Satyrianas – São Paulo

2011, Ciclocine, no MIS (Museu da Imagem e do Som) – São Paulo

2010, Satyrianas – Satyrianas – São Paulo

 

Publicações:

2019, A Barca, jornal independente com grupo de estudos

2015, 2016, 2018, Série Crap Noir

2017, Quando o deserto já não basta, livro

2012, The Making of PAPA, Lino Hellings – PAPA (Participating Artists Press Agency)